De tempos em tempos a plutocracia brasileira tenta um golpe

Leonardo Boff

A plutocracia brasileira (os 71.440 mil milhardários segundo o IPEA) possui pouca fantasia. Usa os mesmos métodos, a mesma linguagem, o mesmo recurso farisaico do moralismo e do combate à corrupção para ocultar a própria corrupção e dar um golpe na democracia e assim salvaguardar seus privilégios. Sempre que emerge uma democracia com abertura ao social se enchem de medo. Organizam um conluio de forças que envolve setores da política, do judiciário, do MPF, da PF e principalmente da imprensa conservadora e até reacionária como é o caso do conglomerado de O Globo. Assim fizeram com Vargas, com Jango e agora com Lula-Dilma. A sessão de 04/08/ no Senado, mostrou a farsa montada pela oligarquia que usou os senadores como os soldados civis previamente bem instruídos, para aplicar um funesto golpe contra a razão sensata e contra democracia.

Numa entrevista à Folha de São Paulo (24/04/2016) escreveu acertamente Jessé Souza…

Ver o post original 673 mais palavras

Os Jogos Olímpicos : metáfora da humanidade humanizada

Leonardo Boff

O Rio de Janeiro a partir do dia 5 de agosto está sediando os Jogos Olímpicos de 2016. Criou-se uma imensa infraestrutura de arenas, estádios, novas avenidas e túneis que deixarão um legado inesquecível para a população carioca.

A abertura e o encerramento constituem ocasiões de grandes celebrações, nas quais o país-hóspedante tenta mostrar o melhor de sua arte e singularidade. A abertura desta vez foi de um esplendor iniqualável, à semelhança dos grandes desfiles das escolas de samba. Os efeitos de luzes e de imagens projetadas em telões imensos conferiram uma atmosfera feérica e quase surreal, provocando, em muitos, lágrimas de emoção.

O ponto alto foi o desfile das delegações de 206 países, número maior que os países representados na ONU que são 193. Cada delegação desfilava com os trajes típicos de seus povos, estacando-se pelas cores vistosas e elegantes, os trajes africanos e asiáticos.

Sabemos que em todas…

Ver o post original 738 mais palavras

Ipea: mortes por acidentes de transporte terrestre no Brasil

Texto para discussão do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresenta uma caracterização geral das mortes por acidente de transporte terrestre (ATTs) no Brasil.

De acordo com o estudo, mortes causadas por ATTs estão em nono lugar no ranking geral das principais causas de morte no Brasil, e em segundo lugar no ranking das causas externas, perdendo apenas para as mortes em consequência de agressões diversas.

Em 2013 ocorreram 42.266 mortes em ATTs no Brasil, sendo que há tendência de crescimento nos valores absolutos das ocorrências de mortes quando se observam as evidências de longo prazo (gráfico abaixo). No curto prazo, entre 2012 e 2013, houve queda.

Brasil: evolução do número absoluto de óbitos por ATT e da taxa de mortalidade por 100mil habitantes (1996 – 2013)

unnamed

Como pode ser percebido pelo gráfico, sempre após a implementação de legislação de trânsito mais rígida, como o novo Código de Trânsito Brasileiro, em 1998, e a nova lei de consumo zero de álcool de 2008, chamada popularmente de Lei Seca, há queda nas ocorrências de mortes, mas posteriormente retornam tendências anteriores de crescimento.

Os dados mostram que cerca de 70% das mortes ocorrem nas faixas entre 15 e 49 anos e que somente cerca de 20% das vítimas fatais de ATT são mulheres, sendo que a maior proporção desse gênero se encontra nas vítimas de acidentes de ônibus.

Fonte: Fundação Perseu Abramo – Notas FPA – Boletim de Política Social – Ano 4 – nº 340 – 12 de agosto de 2016

Seleção feminina de futebol: entre a euforia e a desigualdade

Barbara

Foto: Getty Images/Pedro Vilela (http://bit.ly/2bnUsLQ)

O jogo de ontem da seleção feminina de futebol foi um teste para cardíacos. Há muito tempo que não sofríamos tanto. As meninas têm feito um jogo bonito, contagiante, solidário, mas no jogo de ontem contra as australianas não fomos eficientes o suficiente para ganharmos o jogo no tempo regulamentar e nem na prorrogação. Veio os pênaltis e o sofrimento. Marta, nossa grande estrela, por pouco não virou a vilã se nossa goleira Bárbara não salvasse o gol por duas oportunidades garantindo a classificação para a semifinal olímpica. Não seria justo com uma de nossas melhores jogadoras, mas desta vez os deuses olímpicos premiaram nossa seleção. Festa em campo, nas arquibancadas e por todo o Brasil.

Mas, por trás da euforia, dessa alegria contagiante se esconde uma realidade desigual e mais uma vez em desfavor da mulher. Já estamos acostumados com os dados que demonstram a desigualdade de condições entre homens e mulheres na sociedade. E no esporte esta realidade não é nada diferente. Reportagem da Agência Pública Adital demonstra essa face cruel nas modalidades esportivas que uma olimpíada não pode, nem deve esconder. Convido você a ler esta matéria e fazer bom uso dela, acesse: Mulheres recebem menos na maioria dos esportes. Enquanto Neymar embolsa em média R$ 900 mil por gol, Marta ganha R$ 12 mil

Atleta brasileira é vítima de crime de ódio e intolerância na internet

joanna-maranhao-desabafo-olimpiadasjpg82331No último dia 21 de julho postei aqui neste blog minha opinião sobre crimes de ódio (ver http://wp.me/pZ0dd-NH). Nesta segunda-feira (08/08/2016) o Portal Comunique-se postou uma matéria sobre um estudo realizado pela Agência Nova/SB que mapeou o comportamento dos internautas brasileiros nas redes sociais, procurando mostrar um raio-x da intolerância na web. Para o sócio-fundador a Agência Nova/SB, Bob Vieia da Costa, “a intolerância nas redes é resultado direto de desigualdades e preconceitos sociais em geral , não é uma invenção da internet. O que ocorre é que o ambiente em rede facilita que cada um solte seus demônios, ao dar a sensação de um pretenso anonimato. O mundo virtual é, portanto, mais uma forma para que os intolerantes se manifestem e ampliem o seu alcance” (veja a matéria completa em http://bit.ly/2aYU3j4).

Ontem, um outro caso me deixou revoltado e o palco dessa intolerância foi os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A atleta Joanna Maranhão, da natação, chorou e desabafou contra as agressões que tem sido vítima nas redes sociais. A atleta é conhecida por sua atitude corajosa, principalmente por manifestar-se publicamente em favor da presidenta Dilma e contra o golpe. Leia abaixo alguns trechos da fala de Joanna Maranhão:

A gente precisa ter um pouco mais de respeito, um pouco mais de simpatia pelo ser humano. A gente não tem o direito de tratar as pessoas assim. Dsejar que eu seja estuprada? Sério? Porque eu não apoio o político x ou y?

(…)

Eu lutei pra caramba (choro). Eu conquistei quatro vezes o índice olímpico para estar aqui. Eu sou a melhor atleta do medley do Brasil desde os 14 anos de idade. eu não preciso que isso tenha valor para os outros. Eu preciso que tenha valor para mim. Pra mim tem valor. eu me orgulho muito da minha trajetória, da minha história. Não é que esse tipo de mensagem vai me fazer parar de nadar ou desistir.

A atleta está de casamento marcado para o dia 15 de outubro e sonha em ser professora, dar aula para criança em escola pública. “Eu preciso me sentir útil. Nadando eu me sinto útil. Eu preciso fazer alguma coisa na vida que eu sinta que estou fazendo a diferença. Aula do que for, alguma aula que eu tenha condições de estar em contato com quem está em formação. Me sinto a necessidade de ser útil. Preciso fazer alguma coisa para melhorar o país de alguma forma”, diz Joanna.

 

Informações do Grupo Espírita Paulo e Estevão – GEPE

logo-pink

 

 

 

PALESTRAS PÚBLICAS – 12/8/2016

gepe-piedade

Sede PIEDADE – 16h

Tema: A Piedade – Palestrante: Ângela Linhares

Sede PIEDADE – 20h

Tema: Bezerra de Menezes: O Apóstolo da Caridade – Palestrante: Monteiro

A Sede Piedade fica na Rua Padre Antonino, 451 – Piedade – Fortaleza – CE – Tel: 85 3253.2297  |  85 3253.2801

gepe-água-fria

Sede ÁGUA FRIA – 16h

Tema: Não podeis Servir a Deus e a Mamon – Palestrante: Ivando Amâncio

Sede ÁGUA FRIA – 20h

Tema: Perdoa Setenta Vezes Sete Vezes – Palestrante: Cláudio Simões

A Sede Água Fria fica na Rua Luiza Miranda Coelho, 743 – Água Fria – Fortaleza – CE – Tel: 85 3273.3767  |  85 3229.0347

Curso de Educação Mediúnica e Formação de Doutrinadores

Sede Água Fria – Início: 25 de julho –  Segunda, às 20h

Sede Piedade – Início: 24 julho – Domingo, às 18h e 25 julho – Segunda, às 20h

Pré-requisito: ter concluído o ESDE 1 e estar matriculado a partir do ESDE 2. Inscrições na livraria; ainda temos vagas

Participe da Campanha do Alimento. Famílias beneficiadas: da Praia do Futuro, Messejana e do Polo Bezerra de Menezes. Elas dependem de sua colaboração. Doações em dinheiro na livraria ou alimentos no baú.

Doações para o Polo

Necessitamos de doações de Frango e Cestas Básicas para distribuição no Polo no Aniversário de Dr. Bezerra de Menezes. Passe na livraria e faça sua contribuição, caso não possa trazer o material.

Consultórios Praia do Futuro

Em breve reiniciaremos os consultórios dentário, psicológico e médico na sede da Praia do Futuro. Necessitamos de doações de material para o pronto funcionamento. Passe na livraria e veja a relação do que necessitamos. O GEPE agradece

Doação de óculos

Doe seus óculos usados para o GEPE; precisamos de armações para um projeto social oftalmológico

Uso do Crachá

Pedimos que, durante a permanência em nossas dependências, você use o crachá do GEPE e marque sua presença; ele também facilita a comunicação entre os frequentadores

Acesse nossa página e veja nossas obras sociais: gepe.org.br

Pedimos aos participantes que durante as atividades da Casa deixem seus celulares desligados ou no modo silencioso, inclusive os aplicativos de mensagens. Se for urgência, atenda longe das atividades.

Junte-se a nós nessa corrente do bem. Convocamos todos a orar pelo GEPE todos os dias às 22h. Precisamos manter a vibração da Casa com as mais elevadas energias.

EVANGELHO DA SEMANA

Quarta-feira, dia 10/8/2016

Pagar o mal com o bem – Cap. XIII, itens 1 a 4

Quinta-feira, dia 11/8/2016

Se alguém vos bate na face direita, apresentai-lhe também a outra – Cap. XIII, itens 7 e 8

MENSAGEM 1

DESEJOS 

Desejo é realização antecipada.

Querendo, mentalizamos; mentalizando, agimos; agindo, atraímos; e atraindo, realizamos.

Como você pensa, você crê, e como você crê, será.

Cada um tem hoje o que desejou ontem e terá amanhã o que deseja hoje.

Campo de desejo, no terreno do espírito, é semelhante ao campo de cultura na gleba do mundo, na qual cada lavrador é livre na sementeira e responsável na colheita.

O tempo que o malfeitor gastou para agir em oposição à Lei é igual ao tempo que o santo despendeu para trabalhar sublimando a vida.

Todo desejo, na essência, é uma entidade tomando a forma correspondente.

A vida é sempre o resultado de nossa própria escolha.

O pensamento é vivo e depois de agir sobre o objetivo a que se endereça, reage sobre a criatura que o emitiu, tanto em relação ao bem quanto ao mal.

A sentença de Jesus: “procura e achará” equivale a dizer: “encontrarás o que desejas”.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Da obra: Sinal Verde. Ditado pelo Espírito André Luiz.

REMUNERAÇÃO ESPIRITUAL

Quando o trabalho, no entanto se transforma em prazer de servir, surge o ponto mais importante da remuneração espiritual:

Toda vez que a Justiça Divina nos procura no endereço exato para execução das sentenças que lavramos contra nós próprios, segundo as leis de causa e efeito, se nos encontra em serviço ao próximo, manda a Divina Misericórdia que a execução seja suspensa, por tempo indeterminado.

Espírito: Emmanuel. Médium: Chico Xavier. Livro: “Perante Jesus”

Viagem ao Polo Dr. Bezerra de Menezes – Aniversário de Dr. Bezerra de Menezes

Nada melhoPolo-ctz-viagem-web-peqr do que receber as energias salutares do local onde nasceu Bezerra de Menezes. Convidamos você para participar deste encontro, que acontecerá no Polo de Jaguaretama, nos dias 27 e 28 de agosto.

Serão realizadas atividades doutrinárias; o passe, estudo do evangelho no Polo, caravana do evangelho nas casas dos assentados, atividades mediúnicas, evangelização infantil, encontro de jovens, arte, cura, atendimento fraterno, atividades filantrópicas; confecção e distribuição de 500 cestas básicas, assistência médica, farmácia com remédios gratuitos, jantar oferecido pelo Polo para todos que comparecerem. Na área social temos, apresentação teatral e musical das crianças e jovens dos assentados das agrovilas em volta do Polo e outras atividades.

Por apenas R$ 120,00 você terá direito a passagem ida e volta em ônibus com ar condicionado, superconfortável, dois almoços, café da manhã, jantar, e uma canja especial às 16:00hs, dormida no polo, e alvorada festiva.

Não perca esta oportunidade, faça logo sua reserva nas livrarias do GEPE, pois as vagas são limitadas.

Junte-se a nós nessa grande caravana de amor e paz!

Saída: SÁB 27/08/2016 às 6h

Local: GEPE Piedade

Retorno: DOM 28/08/2016

Inscrições nas livrarias

Informações:

3273.3767 Água Fria

3253.2801 Piedade

 

Escola sem partido?

FREI BETTO*

Nada mais tendencioso do que o Movimento Escola Sem Partido. Basta dizer que um de seus propagadores é o ator de filmes pornô Alexandre Frota. O movimento acusa as escolas de abrir espaços a professores esquerdistas que doutrinam ideologicamente os alunos.

Uma das falácias da direita é professar a ideologia de que ela não tem ideologia. E a de seus opositores deve ser rechaçada. O que é ideologia? É o óculos que temos atrás dos olhos. Ao encarar a realidade, não vejo meus próprios óculos, mas são eles que me permitem enxergá-la. A ideologia é esse conjunto de ideias incutidas em nossa cabeça e que fundamentam nossos valores e motivam nossas atitudes.

Essas ideias não caem do céu. Derivam do contexto social e histórico no qual se vive. Esse contexto é forjado por tradições, valores familiares, princípios religiosos, meios de comunicação e cultura vigente.

Não há ninguém sem ideologia. Há quem se julgue como tal, assim como Eduardo Cunha se considera acima de qualquer suspeita. Como ninguém é juiz de si mesmo, até a minha avó de 102 anos tem ideologia. Basta perguntar-lhe o que acha da vida, da globalização, dos escravos, dos homossexuais etc. A resposta será a ideologia que rege sua visão de mundo.

A proposta da Escola Sem Partido é impedir que os professores eduquem seus alunos com consciência crítica. É trocar Anísio Teixeira, Lauro de Oliveira Lima, Paulo Freire, Darcy Ribeiro e Rubem Alves por Cesare Lombroso e Ugo Cerletto.

Ninguém defende uma escola partidária na qual, por exemplo, todos os professores comprovem ser simpatizantes ou filiados ao PT. Mesmo nessa hipótese haveria pluralidade, já que o PT é um saco de tendências ideológicas que reúne ardorosos defensores do agronegócio e esquerdistas que propõem a estatização de todas as instituições da sociedade.

Não faz sentido a escola se aliar a um partido político. Muito menos fingir que não existe disputa partidária, um dos pilares da democracia.

Em outubro, teremos eleições municipais. Deve a escola ignorá-las ou convidar representantes e candidatos de diferentes partidos para debater com os alunos? O que é mais educativo? Formar jovens alheios à política ou comprometidos com as lutas sociais por um mundo melhor?

Na verdade, muitos “sem partido” são partidários de ensinar que nascemos todos de Adão e Eva; homossexualidade é doença e pecado (e tem cura!); identidades de gênero é teoria promíscua; e o capitalismo é o melhor dos mundos.

Enfim, é a velha artimanha da direita: já que não convém mudar a realidade, pode-se acobertá-la com palavras. E que não se saiba que desigualdade social decorre da opressão sistêmica; a riqueza, do empobrecimento alheio; a homofobia, do machismo exacerbado; a leitura fundamentalista da Bíblia da miopia que lê o texto fora do contexto.

Recomenda-se aos professores de português e literatura da Escola Sem Partido omitirem que Adolfo Caminha publicou, em 1985, no Brasil, Bom crioulo, o primeiro romance gay da história da literatura ocidental; proibirem a leitura dos contos D. Benedita e Pílades e Orestes, de Machado de Assis; e evitar qualquer debate sobre os personagens de Dom Casmurro, pois alguns alunos podem deduzir que Bentinho estava mais apaixonado por Escobar do que por Capitu.

* FREI BETTO é escritor, autor do romance policial Hotel Brasil (Rocco), entre outros livros. Publicado em O Globo, disponível em http://oglobo.globo.com/sociedade/escola-sem-partido-19706491